terça-feira, 24 de abril de 2012

COMO DRIBLAR A TPM

Desde o final de semana, estou com uma vontade danada de comer tudo aquilo que é “ilegal, imoral ou faz mal”. Acredito que a culpa seja da TPM. Todo mês é sempre assim, eu me transformo numa manteiga derretida, o apetite fica voraz e a vontade de comer doce beira o incontrolável. Durmo e acordo pensando em brigadeiros, quindins, cupcakes e mais todas as guloseimas recheadas de gordura trans e do maldito açúcar refinado, que além de deformar a silhueta, é muito prejudicial à saúde, começando pelos dentes e terminando no coração. No post de hoje, vou aproveitar esta minha fase para falar, mais uma vez, da importância de se ter determinação, foco e uma boa alimentação. Nos últimos dias, venho travando uma batalha (de verdade, mesmo!) contra a vontade de atacar tudo de comestível que cruza o meu caminho. O anjinho, o diabinho e a gorda louca que moram em mim têm brigado mutio... rsrsrs... Brincadeiras à parte, estou vivenciando a dificuldade de dizer NÃO às tentativas de sabotar a dieta. No meu caso, enumerar (mentalmente, mesmo) os meus objetivos e as vantagens de não sucumbir à vontade, funciona. Além disso, percebi que incrementar a dieta com um pouquinho mais de carboidrato (do bom) e de oleaginosas ajuda a dar uma “enganada” no estômago e, principalmente, na cuca. Neste período, se fico diante de uma guloseima, paro, respiro e me pergunto se vale mesmo à pena me boicotar, perder o que conquistei e ganhar gordurinhas indesejáveis e "interminaveis" nos quadris. A resposta é NÃO! Sou julgada por muitos, chamada de radical, mas o meu bem-estar e minha autoestima não combinam com concessões. Pelo menos, por enquanto. Afinal de contas, já fui gordinha e sei como é fácil viver abrindo exceções... Hoje, eu mereço um bombom porque estou triste, amanha, uma coxinha porque estou feliz... Como ainda nao cheguei onde quero, tenho me mantido firme e forte para alcançar meus objetivos. Então, nos dias de TPM, nas refeições intermediárias, tenho comido, além do prescrito pelo nutri, mais umas 5 castanhas. Se a vontade de um docinho não passar, permito-me a uns três damascos também. Outra coisa que tenho feito, ao bater o Myofusion, é substituir o óleo de coco pelo creme de amendoim. Tomo como se fosse um milk shake, com direito a espuminha e muito gelo. Fica docinho, uma delícia! Mas atente-se, pois estou me referindo à pasta do puro amendoim, sem adição de açúcar, adoçantes e conservantes. Tenho usado uma pasta pronta, mas teve uma época que eu mesma fazia. Batia no mixer o amendoim e ia adicionando, aos poucos, água, até ficar na consistência que eu desejava (mais pastosa). Quanto ao carboidrato, tenho comido no café da manhã uma banana prata no lugar da nanica e comido no almoço um pouco mais de mandioca ou batata doce. Assim, ingerimos mais combustível sem promover picos de insulina. Isso ocorre devido ao baixo índice glicêmico desses alimentos, ou seja, à velocidade com que são absorvidos pelo organismo, o que reflete nos níveis de glicose no sangue. A lógica então é a de que é bem melhor consumir alimento cuja absorção seja lenta para que haja um aumento gradual do nível de glicose e, consequentemente, perda de gordura, já que as pesquisas comprovam que picos de insulina diminuem a capacidade do corpo de queimar gordura corporal.   Portanto, essas são minhas dicas para driblar a TPM, mas, acima de tudo e antes de mais nada, você deve ter sua alimentação organizada. Marombeira que é marombeira também é marmiteira.Isso mesmo! Do contrário, estará a um passo do “pecado”. E tudo começa no supermercado, faça uma lista saudável, com todos os alimentos permitidos em sua dieta e compre a quantidade necessária para a semana ou mês. Quem se habilita a pegar o carro e ir ao supermercado comprar os ovos que acabaram após chegar em casa depois de um dia exaustivo? A comodidade, certamente, falará mais alto e qualquer um de nós afundará a cara em qualquer bobagem que encontrar pela frente. Outra sugestão é manter longe de sua residência, bolsa, carro ou gaveta do trabalho alimentos proibidos, tais como bolachas, chocolates, balinhas, etc...Como diz o velho ditado, a oportunidade faz o ladrão.   Pra finalizar, descubra o que te motiva a treinar e a manter-se focado na dieta. Os resultados virão e cada vez estará mais entusiasmado a dar continuidade. Crie novos e bons hábitos! Cuide-se! Ame-se!    

Nenhum comentário:

Postar um comentário